Um simples sonho

       
        Simples pela sua fragilidade, simples pela facilidade. Complicado, mas ainda simples. Um sonho de varias pontas, de vários formatos, um sonho abstrato. Um sonho dormido, um sonho acordado. Alguns repetidos e outros que já estou acostumado. Alguns brilham e me cegam, sigo desnorteado atrás de sonho que nunca será realizado. O gosto que ele me proporciona não pode ser explicado, nem o mais aguçado paladar consegue identifica lo.
        Corpo horizontal, a cabeça bem apoiada. O travesseiro, meu palco. Artista da madrugada...haha só em sonho. As vezes caio, as vezes ando e as vezes chego a voar. Muitas experiências sem medo de se machucar. Seria um gostinho do céu ou apenas mais uma travessura de um ser mistico entediado? Não sei. O pior dos momentos vividos em alguns segundos, a morte de um ente querido. Medo revelado. Acordo estarrecido. Momento seguinte realidade, alivio.
        Posso pensar em outro plano, viver em outro plano, sem esquecer do meu plano. Posso por algumas horas minutos, me sentir aventureiro, livre. Consequência de um filme, livro ou do dia inteiro. Um sentimento. Raiva, felicidade, coragem ou medo. Mas, chega hora de acordar. Uma vontade, continuar a sonhar. Primeiro pensamento: Para quem eu vou contar?. Primeira frase: - Tive um sonho muito louco, sonhei que...