Serial killers, uma história de matanças

   Estou assistindo o seriado Dexter e foi o que me levou a pesquisar por esses loucos assassinos em serie. Vou fazer aqui uma pequena listinha sem ranking mesmo de vários serial da história;
Assassinos seriais são criminosos que matam pessoas usando o mesmo padrão. Alguns casos que chegaram a inspirar livros e filmes.

  •    Pedro Rodrigues Filho - Pedrinho Matador


 Pedro Rodrigues Filho - Pedrinho Matador

Mineiro que começou a matar aos 14 anos de idade, atuou nas décadas de 1960 e 70. Apelidado de "Pedrinho Matador" é quase um justiceiro brasileiro, algumas de suas vítimas são criminosos. Foi preso em maio de 1973 e, dentro da prisão, ele assassinou pelo menos 47 companheiros de cárcere. Apesar de condenado a 126 anos de prisão, Pedrinho seria liberado em 2003 já que a lei brasileira só permite que os presos fiquem atrás das grades por 30 anos. As mortes no interior dos presídios agravaram sua pena, no entanto, ele foi liberado em 24 de abril de 2007. Em 2011, aos 57 anos, foi preso novamente em Santa Catarina, condenado pela participação em seis motins e um cárcere privado, na época em que ainda estava preso. 

  •    Dr. Henry Howard Holmes





Foi o primeiro serial killer americano documentado, fala a lenda que Herman Webster Mudgett, mais conhecido como Dr. Henry Howard Holmes, matou a maioria de suas vítimas em um “castelo”. O hotel, pensado especialmente para acomodar seus hábitos homicidas, teria sido cena do crime para pelo menos 27 assassinatos cometidos durante a segunda metade do século XIX. Suspeita-se, no entanto, que suas vítimas podem chegar a um total de 200 pessoas.


  • Charles Manson


Charles Manson - serial killer


Esse assassino serial atingiu um patamar de maldade que poucos conseguiram. Líder de uma seita hippie em São Francisco, em 1967, Manson abrigava, em geral, pessoas que se revoltavam contra os pais ou possuíam problemas emocionais muito profundos. Com isso, Manson convenceu muita gente a liberar seus instintos assassinos e a roubar os mais ricos para levar dinheiro para sua seita. Normalmente, eles escreviam mensagens com o sangue das vítimas nas paredes do local onde o assassinato ocorreu.

  •    Albert Fish


Seqüestrador, estuprador e canibal com um longo histórico de insanidade na família. Chegou a enviar carta para os familiares de uma de suas vítimas, contando detalhes de como a devorou. Foi executado na cadeira elétrica.

  • Mary Bell

Mary Bell - Serial killer mulher - gnvision


Mary estrangulou duas crianças de quatro e três anos quando ainda era, também, criança, tendo apenas 10 anos. Conta-se que a vida de Mary Bell foi muito sofrida, já que sua mãe, uma prostituta bêbada bastante cruel, proporcionou diversos eventos traumáticos durante o seu crescimento. 

  • Jack, o estripador

Responsável pelo assassinato de prostitutas na área de Whitechapel, durante o ano de 1888, em Londres, Jack nunca teve sua identidade revelada. Entretanto, se tornou um dos assassinos seriais mais famosos da história. Suas vítimas tinham os órgãos internos removidos de maneira praticamente cirúrgica.





Fontes: MegacuriosoEutanasia mental