Caminhos paralelos



Só queria me expressar
E falar de hoje e de cores
Preto, branco, amarelo
recitar meus versos em flores
De "Caminhos paralelos"

Como antes nunca te vi?
Que de andar belo e singelo
Sempre esteve aqui
Caminhando em paralelo.
Naquele momento em que te conheci
Que te olhei, que te vi. Quis te sim!
E no fim?
Reciprocidade
Do toque do corpo, da alma
E dá vontade
De viver na praia, longe da cidade
Da maré mais calma, a tranquilidade
Não quero viver oco, pouco e nem moço
Quero água de coco, beijo no boca, chupada no pescoço
Quero gemidos e por que não alvoroço?
Trocar poemas e poesias
Escrever em maresias ou aqui
Escrever para você e somente Paraty